(500) Dias com Ela ((500) Days of Summer)

tumblr_nnjho1HUpB1sg4u1ho1_540

Deixa eu confessar uma coisa: eu não tinha assistido a esse filme ainda. Sempre colocava para carregar, mas na hora de assistir, desistia. Preguiça ou não estava no clima do filme, talvez. Enfim, antes de tudo quero dizer que (500) Dias com Ela, dirigido por Marc Webb, entrou para minha lista de filmes favoritos, sim!

Quando Tom (Joseph Gordon-Levitt), azarado escritor de cartões comemorativos e românticos sem esperanças, fica sem rumo depois de levar um fora da namorada Summer (Zooey Deschanel), ele volta a vários momentos dos 500 dias que passaram juntos para tentar entender o que deu errado. 

O que difere o longa de outros filmes do gênero é que ele consegue mostrar os lados bons e ruins de um relacionamento de forma realista, destacando que se você cria muita expectativa em um relacionamento ou na pessoa que você está comprometida, no final acaba tudo dando errado.

Por exemplo: A personagem da Zooey é uma mulher que só quer sexo/relacionamentos casual, divertida, independente, não acredita no amor. Já o do Joseph é sentimental, acredita no amor, está em busca da pessoa certa, etc. Quando eles começam a ter um caso, ela deixa bem claro “não quero nada sério” e ele concorda. Só que no decorrer da história, ele não consegue aceitar muito bem isso, mesmo sabendo o porquê que ela não quer ter algo muito sério. Em uma parte do filme, ele começa a falar para alguém o que estava acontecendo e tudo o mais, daí esse “alguém” pergunta “ela disse no inicio que não queria nada sério?”. A partir daí ele começa a perceber o que estava errado, ou melhor, QUEM estava. Mas, de ante mão, não conseguiu admitir.

O filme não tem uma sequência cronológica, em uma cena está com 245 com/sem ela, em outra está no primeiro dia que se conheceram, por exemplo. Aliás, as telas que apresentam a contagem dos dias do relacionamento de Summer e Tom mostram a situação do casal, ou seja, os dias em que tudo está bem, as cores são mais claras, e, quando os dias estão ruins, as cores ficam mais escuras. A trilha sonora é muito amor, só digo isso.

Sendo assim, pode parecer besteira, mas recomendo para quem tem uma visão mais realista do amor e relacionamentos, isto é, sabe que nem tudo são flores e se não está dando certo, bola para frente. Nada de ficar choramingando por aí e desistir de fazer várias gostas que gosta, etc. Não estou querendo dizer que uma pessoa romântica não vai gostar do filme, porém, o tapa na cara será maior, com certeza!

Avaliação: ☆ ☆ ☆ ☆ ☆

Anúncios